Como rastrear celular pelo IMEI

Veja o passo a passo e saiba como rastrear celular pelo IMEI

Perder o celular ou tê-lo roubado é algo que causa muito prejuízo para as pessoas: primeiro, por causa da perda do equipamento e, além disso, porque informações privadas podem ser acessadas por terceiros.

Para possibilitar que a polícia e os proprietários encontrem o dispositivo, existe o IMEI.

Esse número é o Mobile Equipment Identity e ele é diferente para cada um dos aparelhos do mundo.


Por isso, conhecendo o IMEI de determinado celular, dá para saber onde ele está, não importa qual lugar do mundo seja. Aprenda já como fazer esse rastreamento.


O que é IMEI e por que ele permite rastrear o celular?

Poucas pessoas têm a curiosidade de olhar atentamente a bateria do seu dispositivo. Contudo, se o fizerem, notarão uma etiqueta com alguns números e as identificações IMEI 1 e IMEI 2 (em alguns dispositivos, há apenas um).

Esse número é a identificação permanente do celular, não havendo duplicações: da mesma forma que não existem duas pessoas com o mesmo RG, também não existem dois dispositivos móveis com o mesmo IMEI.

Lembrando que muitos dos aparelhos são produzidos fora do Brasil, esse número de identificação também servirá no caso de roubo, furto ou perda no exterior.

Foi dito que, em alguns casos, há dois IMEI na etiqueta da bateria e é importante que o proprietário do dispositivo anote os dois. Se um deles não puder ser usado na hora do rastreamento, então pode-se tentar o segundo.

Sobre a razão pela qual ele permite que um celular seja rastreado: como o número é único, será impossível que o sistema confunda os aparelhos.

Em qualquer lugar do mundo, aquele IMEI será daquele dispositivo específico.

Como rastrear celular pelo IMEI


Passo a passo para rastrear o celular pelo IMEI

O proprietário não precisa comprar nenhum aparelho sofisticado para fazer o rastreamento usando essa numeração, pois há aplicativos gratuitos que têm essa função.

Um dos apps em questão é o IMEI Tracker, que permite o uso gratuito por três dias; depois desse prazo, a pessoa terá de comprá-lo. Para usá-lo:

  • Acesse a Apple Store ou a Google Play Store e escreva o nome do app de rastreamento;
  • Instale-o e dê permissão para que o seu sistema use os dados que forem necessários;
  • Coloque cinco números de pessoas de confiança. Isso é importante porque, se o dispositivo foi furtado ou roubado, é provável que o ladrão tente usá-lo ou que o venda, sendo preciso substituir o chip. Nesse caso, logo que isso acontecer, os cinco contatos escolhidos serão comunicados por mensagem de que há outra pessoa tentando utilizar o aparelho;
  • Na mensagem que o IMEI Tracker enviará também estará o número do IMEI para que ele seja usado no localizador.

As pessoas de confiança que receberem o SMS com o aviso de rastreamento podem contatar o dono do dispositivo roubado ou furtado para que ele procure a polícia.

Nota-se que esse é um app de prevenção, ou seja, ele só será útil se já estiver no telefone como uma forma de se prevenir em casos de roubo ou furto.


Rastrear celular pelo IMEI através do app Cérberus

Outra solução é o app Cérberus. Ele utiliza a rede de wi-fi e o número do IMEI para descobrir onde determinado celular está e apontar o local no mapa:

  • Vá até a Google Play Store e faça o download do app;
  • Depois da instalação, vá até as suas configurações e, quando vir a opção “Estado”, clique em “desativado”. Em seguida, ative-o;
  • É importante que a pessoa que roubou ou furtou o celular não saiba que há um localizador nele e, para isso, o Cérberus precisará ficar “invisível”. Para conseguir isso, basta acessar o site oficial do app e identificar o seu telefone. Depois, é só selecionar “esconder ícone da lista de aplicativo” e, em seguida, clicar em “Enviar comando”.

Para o rastreamento usando o Cérberus, deve-se ir ao site do app, que já foi dado aqui, e identificar o celular.

Se a pessoa não tiver condições de usar um navegador no momento, ela pode usar outro dispositivo para mandar uma mensagem SMS ao seu próprio telefone.

O texto deverá ser “cérberus” (sem aspas) seguido da senha e do que se quer que o app faça.

Quando o aplicativo encontrar o celular, será mostrado um mapa no qual a região estará circulada de vermelho.

Se a pessoa quiser usar o Google Maps para ter ainda mais informações sobre o lugar e os pontos de referência, poderá usá-lo.

É necessário, porém, que a pessoa deixe sempre o seu 3G ou 4G ligados, assim como a localização, pois o Cérberus só consegue fazer o rastreamento com esses dados.

Esse app é uma das referências em localizar telefones roubados, perdidos ou furtados por causa da quantidade de outros serviços que oferece, como toque de alarme (que assustará a pessoa que está com o dispositivo) e fotos do criminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *